Haicais

 

Silêncio das folhas caindo

amareladas em ventanias

sonhos em correria outonal!

 

Passos na grama verde

cantos das gaivotas

águas do mar... furacão !

 

Simples palavras

aos quatros  ventos

no sul uma explosão de versos !

 

Olhares, faíscas  inexistentes

simples olhares

tagarelando silenciosamente !

 

Não querer viver

rosas e espinhos

coloridos em dor

 

Seres serpenteando a vida

que de si mesma... vida!

Flores em desalinhos!

 

Sem querer permanecer

rostos de um mesmo rosto

folhas no inverno da vida !

 

Sorriam... sentinelas no paraíso

um anjo percorreu campinas

riscos no céu!

 

Caminhos percorridos

idas sem vida ...

sonhos despertos em violetas primaveris !

 

Um mesmo querer

beijos entorpecidos de desejos

sementes que se farão...

 

Um beijo na noite fria

um par de meias

em desalinho nas calçadas da vida!

 

Um arco-íris sem medo

que de si mesmo...primaveril

sonhos ...descobertos em fios!

 

Nada se permite

leitos do rio profundo

risos e choros...descobertos !

 

Vera De Barcellos

 
 

Contato

Vera De Barcellos vera.de.barcellos@gmail.com