Lançamento da querida escritora Ines carmelita Borhn no Schoping Beira Mar em abril de 2016.
Nas fotos Vera De Barcellos e a escritora Inês Carmelita, em outra as amigas Maria da Graça e Elizabete, todas muito felizes por poder participar deste momento literária da amiga escritora, Inês Carmelita Borhs.

 

 

 

Exposição de Pintura do artista plástico Schadesck na Galecia do Centro integrado de Cultural 

a escritora vera De Barcellos em visita na exposição na qual muito lhe agradou em 10-03-2016

 

  

 
Exposição de pinturas do artista plástico Schadesck realizada no Centro Integrado de Cultura- Florianópolis-SC. Foto tirada em 10 de março de 2016
Lembramos que darmos um olhar a novos artistas plástico enriquece o nosso conhecer, musicalizando o nosso coração.
Vera De Barcellos, 
 
 
  
 
000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000

 

 

 

Lançamento da Obra Vamos Brincar de Letícia Kuerten

A festividade foi realizada em  dia 25-02-2016
 

Estivemos no lançamento do livro intitulado " Vamos Brincar" da escritora Letícia Kuertem. Lindamente ilustrado por Búrigo Tomelim e muito bem elaborado com muitas atividades pedagógicas infantil. A garotada vai adorar. Parabéns, sucesso e alegrias querida escritora Letícia Kuertem e que seu despontar literário seja um constante caminho de novas obras literárias..
Vera De Barcellos.

 

  =-


000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000
Acontecimentos Cultura
Reunião da Academia São José de Letras planejamento para o grande dia, 29-03-2016, Sessão Solene dos novos acadêmico
 
  

Um poema para o deleite de todos
 
Ao bem de si
Ao bem do outro
Ao bem do mundo
De si o bem que segue
Na ventura alegre do viver
Do sentir...
Do ser...
Do outro o bem que rege
Os ângulos da alma que vai...
A outros tempos idos...vindos
Na alegria, verão e primavera
Estação de DEUS!
 
  
O mundo que muda
Na rotação que gira
Vindas...idas
Bela visão cósmica da vida
Que rola  encantamentos mil
Mil rodas em arco-íris
 
 
Felicidade em colcheias e sons
Notas musicais
Brotos fecundos do viver
Um bem de si
Um bem do outro
Um bem do mundo
SIMPLESMENTE UM BEM !
 
Vera De Barcellos.
 
 
os queridos amigos acadêmicos, vera De Barcellos, Hudney Puftzwter, Roberto Meneze, Osmarina de Souza, Katia Rabelo, Elena Mattos, Artemio Zanon, Vilcas Merizio, e Jane. Todos felizes e compartilhado para a grande festa Sessão Solene da ASAJOL em 29-03-2016
 
0-0-0-0-0-0---0-0-0-0-0-0--0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0-0--0-0-0--0-0-0-0-0-0-0-0--0-0-0-0-0-0-0-0

 

ASAJOL- Reunião Administrativa da Academia São José de Letras  em 20-02-2016

  
 
 
Poema apresentado por Vera De Barcellos
 

                                        ENCANTO

Empíricos encantos

donde los restos del sueño

merecen descansar...

Y el arrullo del viento

que entibia la nostalgia...

Y el burbujear de las aguas

esparcidas en el verano,

que me quieren consolar...

Y un nuevo camino, que circunvala

o son los restos del pasado

que me consolarán ?

No sé ...

llevo  mi rasgeo

en las músicas poéticas

que sólo yo, sé el ritmo

que sólo yo, sé cantar !

Talvez...tremula

fugaz

hasta mi corazón cansar...

Y el reflejo del sol

en el atardecer de los sueños, de aquel invierno,

sólo nuestro...sólo nuestro !

Vera De Barcellos

  

Vários acadêmicos presentes nesta reunião administrativa, alegrias, trocas de idéias e projetos para o ano literário de 2016f

o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o--o-o-o-o-o-o-o-o-op--oo-

 
 

Academia de Letras de Palhoça -13º Aniversário da Academia de Letras de Palhoça

 
Mais algumas fotos da comemoração da Academia De Letras de Palhoça em seus 13 anos de excelente e produtiva atividade literária.
Vera De Barcellos.
 
 
 
 
 
  
 
 
 
13º Aniversário da Academia de Letras de Palhoça realizado no Café Paris no bairro do Kobrasol. Estiveram presentes a diretoria, acadêmicos fundadores e familiares. Também estava presente a acadêmica imortal, Maria da Graça Fornari da Academia de Letras do Brasil/ seccional Florianópolis. Grupo festivo e muito alegre, em 13 de fevereiro de 2016..
Vera De Barcellos.
 
 
 
 
  
 
  
 
  
Grupo maravilhoso, cheio de otimismo, ideias literárias, e muitos projetos para 2016. Muitos representantes de outras casas literárias, Academia São José de Letras, Academia Desterrense de Letras, Academia de Letras do Brasil/ seccional Fklorianópolis, Academia Catarinense de Letras Jurídicas e  e  Academia Brasileira de Poesia.
 
 
0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0..0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0.0..0.0.0.0.0.0.0.
 
 
 

Encontro dos Escritores de diferentes Casas Culturais em 22-01-2016

 
 
 
 
 
 
 
 
  
 

Uma reunião repleta de alegrias, poesias, contos, cantorias e a beleza estampada em cada coração. Amizade é tudo de bom , melhor com um sabor de cantos, contos, poemas e poesias.
Desculpe por não me despedir de todos, as melodias no piano tocadas pelo Nelson fez com que me desligasse da literatura.Quando retornei todos já tinham ido embora.
Mas o nosso encontro foi muito bom. Parabéns ao nosso idealizador, Antonio Rodrigues

Vera De Barcellos

 
Poema apresentado na referida reunião cultural no Centro integrado de Cultura, poema de minha lavra. Vera De Barcellos
 

Decálogo do Poeta

 

1-     O poeta é paz, pois vive e transmite a paz.

O poeta é mestre, pois vive e transmite a sabedoria.

O poeta é amor, pois com amor transforma o mundo que lhe rodeia.

 

2-     O verdadeiro poeta transpõe na sua poesia os anais universais da Lei da Fraternidade e do Amor.

 

3-     O poeta inspirado na natureza, sementeia em seus escritos literários, a unidade do SER, transformando-se em um militante na preservação e conservação ecológica.

 

4-     O verdadeiro poeta, olhando as linhas do horizonte, abomina todos os sentimentos análogos à Lei Holistica e Humanitária.

 

5-     Para os poetas as dificuldades e os obstáculos na vida, são molas impulsionadoras, nutrindo com sabedoria, fé e discernimento seu mundo, seu caminho e sua invencibilidade.

 

6-     O poeta segue as pegadas do Grande Iluminado, ele aspira a transcendentalidade e busca a perfeição. Seu primeiro mandamento de vida é SER Poeta.

 

7-     O poeta jamais está em guerra. Suas armas são a poesia iluminando a todos em seu caminhar. Sua trajetória é deixar a alma poética tocar de mansinho muitos corações através do Amor Incondicional.

 

8-      Ser misericordioso é ser poeta, é ser pétala perfumada da mais bela flor, é ser semente do mais forte broto, é ser areia do mesmo deserto. Ser poeta é ser sinfonia musical na Universalidade dos tempos, sim, dos tempos!

 

9-     Ser poeta é não ter idade, não ter pátria, não ter fronteiras. Ser poeta é voar como as águias, é cantar como as cotovias, é ensinar como os grandes filósofos, é bailar junto aos sonhos de muitos, concretizando linhas harmônicas no Universo de Deus.

 

10- Poeta é ser um com todos. Ser poeta é saber partilhar e entender as tristezas e aceitar a vida como ela é, tirando de cada dia as melhores provisões para a sustentação da alma-espírito. Ser poeta é compartilhar a obra do Grande Arquiteto do Universo a grandiosidade de Ser Simplesmente Poeta.

 

Vera De Barcellos

-,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

 
 

Academia Catarinense de Letras e Artes

Sessão Solene de final de Ano da Academia Catarinense de Letras  e Artes em 4 de dezembro de 2015

 
 

Nesta sessão Solene da ACLA, o sucesso, a musicalidade, os premiados, os confrades e as confreiras,as alegrias e o compartilhamento esteve presente com um requinte culturalmente fraternal, para o contentamento e o deleite de todos os convidados, amigos e familiares. Parabéns á ACLA.
Na foto abaixo: A foto acadêmica de 2015, o Presidente Wesley, o musicista e compositor Alberto Heller e as convidadas Vera De Barcellos e Elena Lamego.

Vera De Barcellos.

 

  

 

 

 
As amigas confreiras e confrades de outras Academias de Letras presentes no evento solene da ACLA
 
 
 
  
 
 
 
 
As amigas e confreira Maria Elena, Maura Soares, Eloá, Vera De Barcellos e Heralda Victor
 
 
Asamigas e confreiras de sempre coma inestimável amiga Zenilda Lins

 

 

Academia Desterrense de Letras em 30-10-2015- 

Sessão de Saudade do escritor Alzemiro Lídio Vieira

 

Aos meus queridos confrades e confreiras o nosso abraço. 
Esta Sessão Póstuma de Saudade do Acadêmico Alzemiro Lídio Vieira ,deixou alegrias amorosas em cada coração quando a saudade tocou de mansinho nossa alma poética. Linda reunião, fraternidade, som, música e dedicação cultural. parabéns para todos nós.

Vera De Barcellos.

 

  

Grupo dos acadêmicos da ADL                                                 

Vera De Barcellos apresentando um Tributo á Alzemiro L. Vieira

 

  

A Escritora Eloa do Grupo dos Poetas Livres e a escritora Osmarina Maria de Souza apresentando sua lauda poética

 

 

 

A acadêmica Maura Soares apresentando a Oração em Memorium

 e Vanda Cheffer apresentando sua poesia homenageando o Grande Poeta da noite, Alzemiro Lídio Vieira

 

 

Os acadêmicos Adir Pacheco e Leno Caldas apresentando poesias e canto neste evendo de saudades.

 

 

 

Os acadêmicos Osmarina e o Simplesmente Poeta com suas apresentações poéticas e cantilenas.

 

Vários confrades e confreiras, parentes e convidados  na Sessão se Saudade do Imortal Alzemiro Vieira.

 

 

Pe Ney Brasil, Roberto Rodrigues de Menezes, Eloá, Maura Soares, Nelcy Mendes e Vera De Barcellos com suas simpatias

na Sessão Solene de saudade do escritor imortal Alzemiro Lídio Vieira..

 

=======================================================================================================

 

Prezado Artista Plástico

Alzemiro Lidio Vieira

 

Não poderia deixar de passar em branco

                        Tão belo acontecimento...

                        Comemoração do centenário do nosso ilustre

                        Cruz e Souza homenageado pelo funcionário-artista

                        De tão grande expansão e percepção

                        Da alma humana...

                        Colorindo matrizes...

                        De diferentes nuanças nas telas-almas

                        Em todos os momentos do teu dia a dia.

 

Voa ao mais alto pico da colina verdejante

E desfrute de todas as regalias que teu coração

Possa alcançar... E neste vislumbre inebriante do todo

Verás extasiado que sempre

Estivestes junto do grande Criador do Universo...

 

                        Cante com a natureza tua alma-criança

                        Respire margaridas e o verde da mata virgem

                        Olhe o céu e veja as estrelas... Lá estas...

                        Refletindo aqui na Terra, o poder vislumbrante das cores!

 

Parabéns, artista, que o teu delírio.

seja sempre colorindo contornos e formas

Nas entrelinhas do teu dia a dia...

Tenhas sempre a beleza pura em tua alma

Que canta a sinfonia do amor transcendental!                                                 

 

                                                                                  Vera de Barcellos

E nesta noite o meu poema continua

Hoje junto às estrelas lá estais

 Refletindo a grandeza de tua alma poética

A mansidão dos teus delírios enaltecendo outros poetas

Ah! Amigo querido inaugure outra academia entre muitos poetas que aí se encontram nossos patronos e os queridos que agora compartilham da grandeza de Ser para sempre  “A vivência da Imortalidade Poética”.

Leio nas entrelinhas das minhas percepções, que um dia nos encontraremos, daremos risadas e você cantará as cantorias poéticas  que sempre nos  encantaram.

Lembramos com carinho e saudade os tempos em que nos encontrávamos nas linhas estonteantes da nossa literatura, rodeados pelos amigos que conosco comungavam os mesmos ideais.

Seja sempre o que sempre fostes um amigo leal, tocador de estribilhos e hinos, deleitando-se nas paragens que a vida tanto te inspirou.

Que assim seja, porque assim sempre o foi, junto às delícias da Eterna Universalidade.

 

Fraternal Vera De Barcellos

Lauda Literária homenageando o imortal Alzemiro Lídio Vieira em 30-10-2015 em Sessão Solene na Biblioteca Pública no bairro do estreito- Florianópolis- SC

======================================================================================================== 

 

 

GRUPO DE POETAS LIVRES-

27 de Outubro de 2015- Grupo dos Poetas Livres,

homenageando a escritora Maura Soares- Florianópolis-SC

A Escritora maura Soares sendo homenageada pelo Grupo Poetas Livres . Na comemoração e honrarias várias entidades literárias estavam presentes e nossos confrades e confreira.
27 DE outubro DE 2015

Vera De Barcellos
 
 
 
  
 
 
 
=====================================================================================================

 

Academia de Letras de Biguaçu- Aniversariantes do Mês de Outubrode 2015

 
 
 
 
 
Aos nossos queridos imortais acadêmicos e confrades da Academia de Letras de Biguaçu, Osmarina Maria de Sousa, Ricardo Petry e Valdir Mendes, nossos parabéns por mais um ano de vida. Que Deus em sua Infinita Glória sempre os abençoe
Um lindo e alegre ano com um viver de muito sucesso e amizades, a confreira e amiga Vera De Barcellos.i
 
 
==============================================================================================================

ACADEMIA DE LETRAS DE PALHOÇA

Em  26- 10-2015- Academia de Letras de Palhoça

 
Reunião da ALP      onde vários acadêmicos se apresentaram alguns homenagearam seus patronos com suas laudas literárias.
A acadêmica Neusa Maria Bernado Coelho foi empossada na Cadeira nº 24 da Academia de Letras de Palhoça, cuja,Patrona é Zilda Arns Neuman. Nossas boas vindas à nova imortal.
Outros acadêmicos apresentaram suas laudas e alguns homenagearam o dia do Poeta referencial  ao dia 20-10-2015, Vera De Barcellos, Alvaro Vandelli, Neusa e Ney Santos.
 
 
 
  
 
  
 
  
 
===========================================================================================================
 
Enciclopédia de Artistas Contemporâneos Lusófonos- 8 Séculos da Língue Portuguesa
 
 
Vera de Barcelos
Vera Regina da Silva de Barcellos, compositora musical, musicoterapeuta, artista plástica e escritora. Iniciou sua vida literária em 1996, publicando Na luz a dor da saudade tua, Cores poéticas em teu coração e um vídeo poéticoem 1997 e 1998. Em seu acervo literário, mantém oitenta e nove Obras Antológicas junto a escritores nacional e internacionais e trinta e quatro diplomas e premiações literárias. Hoje faz parte de dezenove Entidades Literárias Brasileiras, entre elas, sete Academias de Letras. Atualmente colabora com jornais, revistas e alternativos culturais totalizando quatrocentas e vinte e umapáginas literárias e um acervo de trinta e cinco obras registradas (não lançadas) na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, a serem lançadas nos próximos anos. Suas paixões são sua família, filhos e netos, música, literatura e artes plásticas
 
 

ACADEMIA DE LETRAS DE PALHOÇA

Em 28-09-2015- Academia de Letras de Palhoça assinatura de posse dos novos membros

 
 
Foram empossados no dia 28 de setembro de 2015, às 19 horas, na Sede da ALP, quatro novos acadêmicos, em conformidade com o Edital Nº 01/ALP/2015.

Embora a solenidade de posse esteja prevista para o início do ano vindouro, a ALP decidiu empossar os quatro novos Membros Efetivos, visando qualificá-los para ocuparem algumas funções administrativas do Sodalício.

A partir da assinatura do Ato de Posse, passaram a integrar o Quadro Acadêmico da instituição, os escritores: Álvaro Wandelli Filho, Ney Santos, Neusa Maria Bernado Coelho e Vera de Barcellos.

Desde já, desejamos as boas-vindas aos novos Confrades e Confreiras.

Sonia Ripoll e Acadêmicos da Academia de Letras de Palhohça
 
  
 
Vera De Barcellos assinando em livro de ata a posse na Academia de Letras de Palhoça cuja patrona da cadeira é Tatiana Belinski
 
 
Os acadêmic empossados na noite de 28 09-2015 e outros membros da Academia de Letras de Palhoça
 
 
 
Acadêmicos da ALP e a Presidente da ALP senhora Sonia Ripoll
 
 
 
 
 
======================================================================================================

Agosto de 2015- 

Academia de Letras de Palhoça- Projeto Musical Vera De Barcellos

 
 
Academia de Letras de Palhoça- recebe o o Projeto Musical  da musicista e escritora Vera De Barcellos homenageando esta Casa Literária e a cidade  Palhoça, que constando  de um disco cd's e uma encadernação com as 10 músicas em partituras no qual contém a declaração da escritora Vera De Barcellos autorizando a tiragem ns da prensagens do referido disco cd's.
 
 
 
  
 
Neste lindo evento estavam presente várias Casa Literárias da Grande Florianópolis como também convidados,  e personalidades lgiados a política palhocense.
 
    
 
  
 
0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0o0oo0oo0o0o0o00oo0o0o00o0o0o0o0oo0o0o0o00oo00o0oo0o00o0oo0o0o0o00o0oo0o00o0o0o0o0o0o0o0o
 

ASAJOL- 2º FESTIVAL  CULTURAL JOSEFENSE- ASAJOL- 

 
Educação & Cultura

20-12-2014
 
 
Theatro Adolpho Mello recebe 2ª Noite Poética Josefense 
Clique na imagem para ampliar.
O Theatro Adolpho Mello recebeu, na noite do dia 10 de dezembro, a 2ª Noite Poética Josefense. O evento contou com recitais de poemas, apresentações musicais, teatrais e uma exposição de artes plásticas, além de uma série de homenagens a personalidades que incentivam a cultura em São José.
Abrindo a Noite Poética, o grupo Vozes da Ilha fisgou a plateia com belas canções em estilo de seresta, sob regência de Nilzon Aguiar. Na sequência, começou a primeira etapa do recital de poesias, que foram seguidos por uma imponente apresentação da Orquestra de Câmara de São Pedro de Alcântara.
Na segunda etapa do recital, subiram ao palco para declamarem seus versos, artistas de associações literárias e de grupos de poetas de São José, Florianópolis, Biguaçu e São Pedro de Alcântara. A poetisa Vera de Barcellos, membro da Academia São José de Letras e da Academia Desterrense de Letras, declamou o poema “Desterro” em homenagem a aos 150 anos de Cruz e Sousa, o maior poeta simbolista do Brasil. 
A 2ª Noite Poética Josefense também incluiu duas apresentações teatrais. Primeiro, o grupo de teatro Fiapos no Avesso retratou, com bom humor, os dramas de uma mulher idosa e fez críticas ao sistema público de saúde no Brasil, na peça Fragmentos de uma Vida, escrita por Inês Carmelita Lohn. Depois, a escritora e atriz Claudete Teresinha da Matta representou a personagem manezinha “Candoca”, contando causos do folclore local. 
Durante todo o Festival, os visitantes também puderam conferir no interior do teatro, a exposição “Ícones”, da artista plástica Paula Schlindwein. 
O evento foi idealizado e organizado pela jornalista, escritora e poetisa Hiamir Polli e apoiado pela Fundação Municipal e Cultura e Turismo. “O objetivo da 2ª Noite Poética Josefense é levar a arte para todas as comunidades, reunindo num só evento várias manifestações artísticas como: a poesia, a música, as artes plásticas, entre outros. Queremos também aproximar o artista do público e tentar mostrar para as pessoas que a região da Grande Florianópolis não possui só belezas naturais. Temos também muita beleza artística aqui”, frisou. Ela ainda ressaltou que o evento alcançou o objetivo de reunir as 16 entidades literárias da Grande Florianópolis. 
A próxima edição da Noite Poética Josefense está prevista para março de 2012.

Homenagens – Para encerrar, foram feitas homenagens a pessoas que se destacaram no apoio aos eventos culturais em São José. A superintendente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo, Dona Rosinha, recebeu o troféu Cruz e Sousa e o título de “Amiga da Cultura”. “É um momento muito especial em que a poesia, a música e o lirismo tomam conta das pessoas e conseguem emocioná-las de maneira sutil. Isso só vem a provar que a poesia não pode morrer”, declarou.
 
 
 
 
 
 
Lançamento da 2ª Antologia da ALIFLOR- Associação Literária Florianopolitana 10- 2012
 

Movidos à paixão, como fazem todos aqueles que acreditam e investem na Literatura, na Arte, na Amizade e na convergência de ideias, estiveram presentes os Associados da Aliflor, os colegas representantes da Literatura Local, no Espaço Cultural do Terminal Rita Maria, na sexta - feira, dia 19 de outubro de 2012.

  

 

 
  
Nesta data, com início às 18h, quando o sol já se fazia poente, a Diretoria da Aliflor reuniu seus associados, presidentes de Academias e Associações, amigos e colegas representando suas entidades para a distribuição das obras “Flor de Lis - Segunda Antologia da Aliflor” e “Flor de Lis - Primeira Antologia da Aliflor”.
  
Maria Elena entrega a 2ª Antologia da ALIFLOR á escritora Vera De Barcellos

As obras estão sendo distribuídas em várias escolas, entregues pelos colegas aliflorianos para que sejam lidas e apreciadas pelo corpo discente e docente das mesmas, objetivando a divulgação da literatura local, especificamente dos associados da Aliflor e traz a seguinte dedicatória:

Ao escritor que escreve e se apega à atividade de escrever, que não deixa o fio da inspiração se romper pelo abandono da caneta, do papel, do teclado e da telinha...

Ao leitor que lê e se entrega à compreensão das palavras, buscando descobrir nelas o sentido, a essência, a verdade ou a mentira...

Ao cidadão que aprende e ensina; que não sabe e quer saber; que desconhece, mas pesquisa...

A todos que prestigiam a Literatura dos grandes e dos aprendizes da Arte de escrever...

 

Dedicamos Flor de Lis, Segunda Antologia da Aliflor.A diretoria presente alegrando seus associados da ALIFLOR.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ASAJOL
 
 
 
Posse acadêmica da escritora Vera De Barcellos na Academia São José de Letras em 1996- Theatro Adolpho Mello São José- SC.

Contato

Vera De Barcellos vera.de.barcellos@gmail.com